• search
  • Entrar — Criar Conta

Indignados inofensivos se manifestam mais uma vez!

Colaborador de Navegos reporta-se à manifestação que se irradiou por mais de 1000 cidades brasileiras, em favor do restabelecimento do Estado de Direito e o povo respeito de juízes às leis vigentes no País.

*Gilberto Simões Pires

[email protected]

Duplo propósito – Ontem, 1 de maio, Dia do Trabalho, alguns milhões de – brasileiros indignados, porém inofensivos -, voltaram a ocupar inúmeras ruas e avenidas do nosso imenso país com um duplo e muito nítido propósito: 1- manifestar total e irrestrito apoio ao presidente Jair Bolsonaro; e, 2- mostrar o quanto desprezam as atitudes autoritárias que são tomadas – dia sim, dia também, pela maioria dos ideológicos ministros do STF.

Manifestações anteriores – Atenção: quando digo que a manifestação reuniu -brasileiros indignados, porém inofensivos  -, isto não significa uma desaprovação ao importante Ato Democrático. O fato, peço que entendam, é que as Manifestações anteriores, que tiveram propósito idêntico, ao invés de produzir os efeitos democráticos desejados, resultaram em mais agressividade e injustiça de parte da péssima e grande maioria dos integrantes da Corte Suprema.

Clara respeita aos indignados -Mais: como se quisessem dar uma clara aos indignados, os ministros do STF e do TSE passaram a mostrar uma extraordinária produtividade voltada com total eficiência e dedicação para atender os pleitos apresentados e defendidos por socialistas e/ou comunistas, com ênfase maior pelas incríveis anulações de penas dos criminosos amigos que já haviam sido condenados.

Vontades democráticas – Ora, como o prazo que normalmente é admitido para definir o esgotamento da paciência já foi declarado como – vencido, – e mesmo assim os ministros do STF e do TSE seguiram decidindo de acordo com suas vontades, contrariando totalmente com o que está escrito na Constituição Federal, este explica -ipsis literis- o quanto os brasileiros -de bem- se definem como -sociedade indignada, porem absolutamente inofensiva -, do tipo que não consegue fazer valer suas vontades democráticas.

Prazo de validade vencido – É com muita tristeza que faço esta constatação, mas o fato é que os representantes eleitos democraticamente pelo povo, tanto deputados quanto senadores principalmente, não demonstram a mínima vontade no sentido do simples restabelecimento da JUSTIÇA, atendendo apenas o que manda a Carta Constitucional. De novo: o prazo de validade da paciência está absolutamente vencido!!!

Política de Privacidade — Garantir a confidencialidade dos dados pessoais dos usuários é de alta importância para nós, todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que utilizam nossos sistemas serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de Outubro de 1998 (Lei n.º 67/98). As informações pessoais recolhidas podem incluir nome, e-mail, telefone, endereço, data de nascimento e/ou outros. O uso de nossos sistemas pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. Reservamos o direito de alterar este acordo sem aviso prévio, por isso recomendamos que você verifique nossa política de privacidade regularmente para manter-se atualizado(a). Anúncios — Assim como outros sites, coletamos e utilizamos informações contidas em anúncios, como seu endereço de IP (Internet Protocol), seu ISP (Internet Service Provider), o navegador utilizado nas visitas a nossos sites (Chrome/Safari/Firefox), o tempo de visita e quais páginas foram visitadas. Sites de Clientes — Possuímos ligação direta com os sites de nossos clientes, os quais podem conter informações/ferramentas úteis para seus visitantes. Nossa política de privacidade não se aplica a sites de clientes, caso visite outro site a partir do nosso, deverá ler sua própria politica de privacidade. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses sites. Para maiores informações, entre em contato conosco.