• search
  • Entrar — Criar Conta

Exu ensanguentado tranca o RN

Colaboradora de Navegos faz radiografia concisa da falência do Estado sob o desgovernoe insensatez petista que amplia a desigualdade e redimensiona o desespero dos potiguares.

Nadja Lira*

A sensibilidade aguçada, o choro fácil, a docilidade no trato com o outro, seu aprimorado sexto sentido e a capacidade de organização e planejamento, são algumas as caraterísticas com as quais as mulheres foram dotadas. Estas qualidades são reconhecidas na história e por isso as pessoas do sexo feminino são conhecidas como o “sexo frágil”. As mulheres, em sua maioria, apresentam uma grande preocupação em executar com esmero suas atividades e demonstram uma preocupação
exagerada em não ferir seus semelhantes. A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, não parece pertencer a este Clube da Luluzinha. A sua falta de sensibilidade na forma como trata a população que lhe deu assento na cadeira de governante só pode ser definida por uma palavra: PERVERSIDADE.

Aboletada na cadeira outrora ocupada pelos piores administradores deste Estado em cuja lista ela também figura, Dona Fátima Bezerra ainda não disse a que veio. As obras anunciadas pela propaganda oficial como sendo realizações do seu governo, só existem de fato, na imaginação dela e de sua equipe. De real mesmo, o povo só tem recebido descaso e desrespeito.

Desde o ano passado, ocasião em que teve início os males provocados pelo Vírus Chinês, esta criatura nada fez para minimizar os efeitos maléficos da Pandemia, que diariamente ceifa a vida da população potiguar, apesar de todos os recursos enviados pelo Governo Federal. Não fossem as atitudes adotadas pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, o Estado estaria em condição ainda mais precária. Graças as ações adotadas pelo prefeito, a cidade conta com hospitais de campanha e um tratamento precoce contra a doença que se alastra pelo RN como um rastilho de pólvora.

Fátima, além de não fazer coisa alguma, ainda aciona o Ministério Público para impedir que os médicos atendam aos apelos do prefeito e ministrem Ivermectina e Cloroquina para a população infectada pelo vírus. Ora bolas, o prefeito é médico. Logo, deve saber o que está fazendo, porque estudou e se preparou para salvar vidas. Fátima, ao contrário, afirma ser professora, mas não consegue pronunciar corretamente a palavra GOLPE.

Como administradora revela-se completamente perdida, desnorteada, sem um mínimo de preparo para o cargo que ocupa. Quase no final do mandato, ainda mantém o discurso de que lutou sozinha contra as oligarquias existentes no Rio Grande do Norte. Seu discurso é rasteiro, enfadonho e cansativo, uma vez que o povo precisa de ação, atitudes sérias, comprometidas e que possa retirar o povo deste estado de calamidade em que se encontra.

Para debelar a Pandemia, sua única alternativa encontrada pela governadora é mandar o povo “ficar em casa”. Ao determinar esse “tranca rua”, a governadora não pensa nos ambulantes que sobrevivem vendendo pipoca, cachorro-quente, sorvete ou churrasquinho de gatos. É claro que o povo precisa se preservar contra a doença. Mas como sobreviver sem dinheiro para alimentar as famílias?

A Cidade do Natal está um caos. O povo trancado em casa enquanto os bandidos estão soltos na rua fazendo a festa.
Empresários são presos, algemados, têm armas de grosso calibre apontadas para suas cabeças e retirados de seus locais
de trabalho pelos policiais. O turismo é a área mais afetada do Estado. Até 22/03, o setor anuncia a demissão de três mil
funcionários. Enquanto os verdadeiros bandidos agem sem qualquer incomodo e ao receber voz de prisão, não podem
sequer ser algemados. Onde já se viu tamanha inversão de valores?

Ela manda todos ficarem em casa, mas não tomou qualquer atitude em relação à redução de pagamento de impostos estaduais. O ICMS cobrado pela gasolina no RN, por exemplo, é estimado em mais de 60%. Só quero ver quando todas as empresas do Estado fecharem as portas e o empresariado deixar de pagar os impostos. O que vai acontecer com o RN? Certamente será retirado do mapa do Brasil. Pelo menos esta parece ser esta a intensão da governadora.

A história está repleta de casos mostrando que o poder torna as pessoas cruéis e perversas. Dentre estas podemos destacar a condessa húngara, Elizabeth Báthory de Ecsed, que entrou para a história como uma das soberanas mais diabólicas, cruéis e obcecadas pela beleza de que se tem conhecimento. Ela foi acusada de torturar e matar dezenas de jovens do seu reino. Acreditava que se banhando no sangue das jovens donzelas, poderia permanecer jovem e bela por toda a eternidade.

Delphine LaLaurie, uma socialite de grande destaque em Nova Orleans, entrou para a história por tentar reproduzir as experiências do Dr. Frankenstein. Os bombeiros chegaram a sua casa para conter um incêndio e ficaram horrorizados com a descoberta: vários escravos se encontravam acorrentados e amputados no sótão da casa. Alguns tinham bocas costuradas e sexos trocados. Relatos afirmam que ela queria transformar um dos escravos em caranguejo.

No RN não existem relatos de execução de pessoas, mas a crueldade e a perversidade com os servidores público que ainda se encontram com salários atrasados desde 2018 e a forma como a população trabalhadora do Estado vem sendo tratada, coloca Fátima Bezerra numa posição de destaque entre as mulheres mais perversas da história.

*Nadja Lira – Jornalista – Pedagoga – Filósofa

 

Política de Privacidade — Garantir a confidencialidade dos dados pessoais dos usuários é de alta importância para nós, todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que utilizam nossos sistemas serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de Outubro de 1998 (Lei n.º 67/98). As informações pessoais recolhidas podem incluir nome, e-mail, telefone, endereço, data de nascimento e/ou outros. O uso de nossos sistemas pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. Reservamos o direito de alterar este acordo sem aviso prévio, por isso recomendamos que você verifique nossa política de privacidade regularmente para manter-se atualizado(a). Anúncios — Assim como outros sites, coletamos e utilizamos informações contidas em anúncios, como seu endereço de IP (Internet Protocol), seu ISP (Internet Service Provider), o navegador utilizado nas visitas a nossos sites (Chrome/Safari/Firefox), o tempo de visita e quais páginas foram visitadas. Sites de Clientes — Possuímos ligação direta com os sites de nossos clientes, os quais podem conter informações/ferramentas úteis para seus visitantes. Nossa política de privacidade não se aplica a sites de clientes, caso visite outro site a partir do nosso, deverá ler sua própria politica de privacidade. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses sites. Para maiores informações, entre em contato conosco.