• search
  • Entrar — Criar Conta

Das vantagens da polarização

Jornalista e artista plástico baiano, Colaborador de Navegos, defende a polarização política como um feito democrático por excelência.

*Reynivaldo Brito

[email protected]

Vejo com um olhar de apreensão alguns “comentaristas” e “especialistas” em política dizer que a polarização é ruim. Ao contrário, o que é ruim é esta salada de partidos políticos, cada um com seu dono, que servem apenas como negócio de manobra para atacar o Erário Público exigindo cada vez mais recursos através o Fundo Partidário (Fundão) que este ano é de 4,8 bilhões de reais, e das milionárias emendas parlamentares obrigatórias. Temos cinco partidos comunistas defensores de regime totalitário, contrários ao Estado de Direito, os quais são financiados e mantidos pelos cidadãos democratas através do pagamento de impostos.  Temos 81 senadores, 516 deputados federais, 1.090 deputados estaduais, 5.570 prefeitos e 57.261 vereadores. É preciso diminuir este número de senadores, deputados federais e estaduais e vereadores. Com a polarização seriam dois partidos fortes disputando com programas bem definidos como acontece nos Estados Unidos com os Republicanos e Democratas.

Veja que recentemente eram os Republicanos que estavam no poder e agora são os Democratas, que já demonstram enfraquecimento, e podem ser substituídos por um governo Republicano nas próximas eleições. Existem ainda os partidos Verde, Libertário e o da Constituição que são tão insignificantes que não aparecem nas cédulas eleitorais da maioria dos estados americanos. Na Inglaterra são os Trabalhistas e os Conservadores, e assim acontece na maioria das grandes democracias do mundo.

Duas coisas que dão lucros extraordinários no Brasil são partidos políticos e igrejas. Por isto, que temos trinta e dois partidos políticos atuando e mais trinta e seis partidos em formação e uma infinidade de igrejas. Isto é uma aberração e uma porta aberta para a corrupção. Defendemos uma reforma política ampla, logo após este pleito de outubro, para que diminua esta farra com o dinheiro do Fundão, e saibamos efetivamente quem defende as ideias liberais, as nossas liberdades, os valores familiares de uma sociedade ocidental, a propriedade privada, o direito do cidadão de bem andar armado para sua defesa, e quem é contra e luta por um estado totalitário estatizante, contra as liberdades individuais e a destruição da família.

Alguns partidos comunistas mudaram até de nome para enganar os menos informados e politizados. O Partido Comunista do Brasil _PC do B agora quer adotar um nome fantasia para esconder a palavra comunista. O Partido Popular Socialista (PPS) mudou para Cidadania, onde abriga centenas de comunistas. São maneiras de enganar os menos informados e ´politizados, mas são todos partidos compostos por políticos antidemocráticos.

Com a polarização as posições políticas ficam bem definidas e diminui muito a possibilidade de enganar o eleitor. No Brasil de hoje as eleições estão polarizadas nos que apoiam a política liberal do Presidente Bolsonaro e os que seguem o ex-presidiário com sua plataforma totalitária, que quer destruir o nosso país. Os programas serão mais expostos e discutidos no Congresso Nacional, nos comícios, na mídia, nas redes sociais, nas ruas e nos locais públicos apropriados. Hoje a discussão está manipulada com o aparelhamento que foi feito nas escolas, na Justiça e na mídia, durante trinta anos de governos de esquerda, e assim estamos formando gerações de jovens que não sabem o perigo de um regime totalitário. Enquanto as populações oprimidas em ditaduras totalitárias, quer sejam de esquerda ou direita, querem se livrar dos ditadores, aqui muitos torcem por um regime totalitário por total desinformação e ignorância.

Política de Privacidade — Garantir a confidencialidade dos dados pessoais dos usuários é de alta importância para nós, todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que utilizam nossos sistemas serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de Outubro de 1998 (Lei n.º 67/98). As informações pessoais recolhidas podem incluir nome, e-mail, telefone, endereço, data de nascimento e/ou outros. O uso de nossos sistemas pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. Reservamos o direito de alterar este acordo sem aviso prévio, por isso recomendamos que você verifique nossa política de privacidade regularmente para manter-se atualizado(a). Anúncios — Assim como outros sites, coletamos e utilizamos informações contidas em anúncios, como seu endereço de IP (Internet Protocol), seu ISP (Internet Service Provider), o navegador utilizado nas visitas a nossos sites (Chrome/Safari/Firefox), o tempo de visita e quais páginas foram visitadas. Sites de Clientes — Possuímos ligação direta com os sites de nossos clientes, os quais podem conter informações/ferramentas úteis para seus visitantes. Nossa política de privacidade não se aplica a sites de clientes, caso visite outro site a partir do nosso, deverá ler sua própria politica de privacidade. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses sites. Para maiores informações, entre em contato conosco.