• search
  • Entrar — Criar Conta

Cuba libre em 2022?

Editor de Cuba Libre, refletindo sobre o levante de cubanos em 11 de julho do anos passado, avalia que não há mais como manter por muito mais tempo a farsa “revolucionária” que há 63 anos escraviza toda uma nação.

*Jorge Hernández Fonseca

[email protected]

Não há outro futuro possível para Cuba do que ser livre novamente. A farsa “revolucionária” terminou em 11 de julho, com os cubanos na ilha clamando pela liberdade, em maiúsculas. O que as “viúvas” de Fidel Castro oferecem como futuro é continuar sua “pequena guerra” particular contra os Estados Unidos da América – a única “conquista” tangível da tardia e pestilenta “revolução cubana” – uma conquista que a nenhum cubano interessa, fora da liderança ditatorial.

Uma “revolução” que ofereceu “mundos e fundos” e que depois de 63 anos de enganos e mentiras, milhares de tiros e centenas de milhares de presos políticos, o que nos apresenta é a fome, a desesperança e o desenraizamento do melhor da juventude cubana: uma vergonha!

O único e grotesco argumento “teórico” da gangue que comanda tal “revolução” para permanecer no poder com sangue e fogo, é “para evitar o retorno do capitalismo explorador” e para isso, eles inventaram uma “sinecura” nacional que paga aos cubanos em pesos e vende o que eles precisam em dólares. Algo que nem mesmo o pior explorador do capitalismo ousou fazer.

Não há motivos políticos, econômicos e muito menos morais para continuar com o desenfreado mecanismo “revolucionário” de sacrificar cubanos dentro de Cuba, apenas para que os filhos de Raúl Castro ocupem as casas dos exilados, para que possam gozar férias no exterior – como filhos de reis – para que possam dirigir Mercedes enquanto os cubanos não têm ônibus. Não há razão e é por isso que eles têm que ir embora!

A sobrevivência do regime ditatorial cubano não depende mais apenas das ideologias comunistas ou capitalistas. Outras forças internacionais aproveitam a opressão que a “revolução” tem contra os cubanos e ameaçam exportar seu sistema para outros países latino-americanos – um negócio lucrativo e em expansão, como evidenciado pelas vitórias da esquerda no Peru, Honduras, Chile e com risco de espalhar-se para a Colômbia e o Brasil – o que significa uma sobrevida à exploração comunista contra os cubanos da ilha.

A disposição demonstrada do povo da ilha para enfrentar as injustiças “revolucionárias”, a divisão interna da ditadura e a pressão externa do exílio militante enfraquecerá o absurdo explorador dos comunistas de Castro para, mais cedo ou mais tarde, termos aquela Cuba Libre que todos os cubanos merecem e o castrismo limita.

FOTOS publicadas por Dean Luis Reyes/Facebook

Política de Privacidade — Garantir a confidencialidade dos dados pessoais dos usuários é de alta importância para nós, todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que utilizam nossos sistemas serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de Outubro de 1998 (Lei n.º 67/98). As informações pessoais recolhidas podem incluir nome, e-mail, telefone, endereço, data de nascimento e/ou outros. O uso de nossos sistemas pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. Reservamos o direito de alterar este acordo sem aviso prévio, por isso recomendamos que você verifique nossa política de privacidade regularmente para manter-se atualizado(a). Anúncios — Assim como outros sites, coletamos e utilizamos informações contidas em anúncios, como seu endereço de IP (Internet Protocol), seu ISP (Internet Service Provider), o navegador utilizado nas visitas a nossos sites (Chrome/Safari/Firefox), o tempo de visita e quais páginas foram visitadas. Sites de Clientes — Possuímos ligação direta com os sites de nossos clientes, os quais podem conter informações/ferramentas úteis para seus visitantes. Nossa política de privacidade não se aplica a sites de clientes, caso visite outro site a partir do nosso, deverá ler sua própria politica de privacidade. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses sites. Para maiores informações, entre em contato conosco.