• search
  • Entrar — Criar Conta

Borges e seus precursores

Um grande escritor não pode escolher seus discípulos, mas pode escolher seus predecessores: essa ideia, defendida em escritos de Borges, é retomada aqui por um leitor e admirador seu.

*Iñaki Uriarte

[email protected]

“Há resquícios de Turner em Poussin, uma frase de Flaubert em Montesquieu” (Proust, Sodoma e Gomorra).

Li isso e me lembro de um “Ponto de Vista” que escrevi no jornal:

“Por volta de 1910, Karl Kraus escreveu em um de seus aforismos sobre literatura: “Existem imitadores que antecedem os originais. Quando dois têm uma ideia, ela não pertence ao primeiro que a teve, mas a quem a tem melhor.”

Agora imagine uma cena que poderia ter ocorrido em 1951, em Buenos Aires. Jorge Luis Borges planejou dedicar a tarde para preparar sua conferência no dia seguinte na Associação Argentina de Cultura Inglesa. Mas, em vez disso, ele está lendo seu admirado Leon Bloy. De repente, em uma das histórias de Bloy, Borges acha que reconhece a voz de Kafka. Outro “copiador” vem à mente. Mais tarde, quando termina de ler, senta-se à mesa e começa a escrever.

Naquela tarde Borges escreve “Kafka e seus precursores”. Algumas páginas em que explica como cada escritor “criou” seus predecessores, como teve a impressão de reconhecer a voz de Kafka em Zenão de Elea, no prosador chinês Yan Hu, em Kierkegaard, em Lord Dunsanny, em Leon Bloy, escritores heterogêneos e anteriores a Kafka, mas unidos entre si pela futura voz de Kafka.

Borges teve cerca de quarenta anos depois a mesma ideia que Kraus teve por volta de 1910. Mas “ele tinha melhor”. A ideia será sempre de Borges. “Kafka e seus precursores” será um de seus escritos mais originais e famosos, e o aforismo de Kraus será tão esquecido quanto confirmado.”

Iñaki Uriarte

Diarios
Editorial: Pepitas de calabaza

Foto: Iñaki Uriarte

:

Política de Privacidade — Garantir a confidencialidade dos dados pessoais dos usuários é de alta importância para nós, todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que utilizam nossos sistemas serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de Outubro de 1998 (Lei n.º 67/98). As informações pessoais recolhidas podem incluir nome, e-mail, telefone, endereço, data de nascimento e/ou outros. O uso de nossos sistemas pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. Reservamos o direito de alterar este acordo sem aviso prévio, por isso recomendamos que você verifique nossa política de privacidade regularmente para manter-se atualizado(a). Anúncios — Assim como outros sites, coletamos e utilizamos informações contidas em anúncios, como seu endereço de IP (Internet Protocol), seu ISP (Internet Service Provider), o navegador utilizado nas visitas a nossos sites (Chrome/Safari/Firefox), o tempo de visita e quais páginas foram visitadas. Sites de Clientes — Possuímos ligação direta com os sites de nossos clientes, os quais podem conter informações/ferramentas úteis para seus visitantes. Nossa política de privacidade não se aplica a sites de clientes, caso visite outro site a partir do nosso, deverá ler sua própria politica de privacidade. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses sites. Para maiores informações, entre em contato conosco.