• search
  • Entrar — Criar Conta

A paciência de escrever palavra após palavra

Cineasta japonês, autor de uma filmografia clássica, exalta a paciência como importante elemento que não pode faltar na criação de uma obra.

*Akira Kurosawa

Para concluir esta entrevista, você gostaria de enviar uma mensagem à jovem geração de diretores japoneses e aspirantes a diretores, que na verdade são numerosos? Há algum conselho que você gostaria de dar a eles?

Aos jovens aspirantes que batem à minha porta insisto: “Hoje em dia custa muito dinheiro fazer um filme e é difícil ser realizador. Você tem que aprender e experimentar uma variedade de coisas para ser um diretor, e isso não é facilmente alcançado. Mas se você realmente deseja fazer filmes, primeiro escreva os roteiros. Tudo o que um script precisa é de uma caneta e papel. Somente escrevendo o roteiro você aprenderá os detalhes da estrutura de um filme e o que é o cinema. É isso que eu digo a eles, mas eles não dizem. Eles acham que escrever é muito difícil, e é. Escrever roteiros é um trabalho muito árduo, aliás, Balzac disse que para escritores, inclusive romancistas, o mais necessário e essencial era ter paciência para cumprir a tarefa de escrever palavras uma de cada vez. Essa é a primeira condição para qualquer escritor. Quando você considera toda a obra de Balzac desse ponto de vista, é simplesmente incrível porque ele produziu um volume de escritos tão grande que levaríamos uma vida inteira para lê-los todos.

Você sabe como Balzac escreveu?

É muito interessante, eu estava escrevendo e imediatamente mandei para a imprensa. Cada página foi impressa em uma folha grande. Quando as páginas impressas voltaram para ele, ele fez correções nas margens a tal ponto que quase nada sobrou do original. Então, eu enviaria as correções para a impressora. Era uma boa maneira de trabalhar, embora deva ter sido difícil para a impressora. Ele foi capaz de produzir muito graças a esse método. Poderia ser um ingrediente, mas o essencial era ter paciência para escrever palavra após palavra até que a expressão adequada fosse alcançada. Muitas pessoas não têm essa paciência. Você só precisa de papel e caneta para escrever um roteiro. Quando ele encontrava Naruse em uma pousada para escrever, ele costumava visitá-lo em seu quarto. Ele tinha caneta e papel sobre a mesa. Enquanto conversávamos ele escrevia algo de vez em quando … essas linhas poderiam se tornar um de seus maravilhosos roteiros. É uma bela história, mas se eu pedisse a ele para ver o que estava escrevendo, ele apenas riu. Você já escreveu algo assim que esses e outros personagens estariam em uma sala fazendo algo …

Apenas “alguma coisa”, nada de concreto? [Risos]

Para Naruse essa descrição bastava, porque ele seria o diretor, ele não precisava ser mais específico … mas aquele “algo” era divertido … A tediosa tarefa de escrever tem que se tornar uma segunda natureza para você. Se você se sentar e escrever com calma o dia todo, terá pelo menos duas ou três páginas, mesmo que seja uma batalha. Se você persistir, poderá crescer para duzentas páginas em nenhum momento. Acho que os jovens de hoje não conhecem esse truque. Eles começam e pretendem terminar imediatamente. Quando você vai escalar uma montanha, a primeira coisa que lhe dizem não é para olhar para o topo, mas para manter os olhos no chão enquanto você sobe. Você sobe pacientemente, passo a passo, e se olhar para o topo, acabará frustrado. Acho que escrever é a mesma coisa. Você precisa se acostumar com a tarefa de escrever. É preciso muito esforço para aprender a ver não como algo doloroso, mas como uma rotina. Mas a maioria tende a desistir no meio do caminho. Costumo dizer aos meus assistentes de direção que, se desistirem uma vez, sempre acabarão assim e se renderão nas primeiras dificuldades. Eu digo a eles para escrever – não importa o que aconteça – até que eles tenham algum tipo de final. Eu digo: “Nunca desista, mesmo que fique difícil no meio do caminho”, mas quando as coisas ficam difíceis, eles desistem. Além disso, os jovens de hoje não lêem, não creio que algum deles tenha lido a literatura russa em profundidade. É importante que em algum momento eles façam uma série de leituras. A menos que você tenha uma boa reserva interna, você não será capaz de criar nada. É por isso que costumo dizer que a criação vem da memória. A memória é a fonte de criação, você não pode criar algo do nada. Quer seja de leituras ou de suas próprias experiências, você não pode, a menos que tenha algo dentro de você. Nesse sentido, é importante fazer leituras variadas. Os romances atuais estão bem, mas acho que você também tem que ler os clássicos. Se uma escola de cinema fosse estabelecida, seria importante enfatizar as leituras.

Akira Kurosawa
conversa com Nagisa Oshima
Agosto 1993
Foto: Akira Kuroswa

Política de Privacidade — Garantir a confidencialidade dos dados pessoais dos usuários é de alta importância para nós, todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que utilizam nossos sistemas serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de Outubro de 1998 (Lei n.º 67/98). As informações pessoais recolhidas podem incluir nome, e-mail, telefone, endereço, data de nascimento e/ou outros. O uso de nossos sistemas pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. Reservamos o direito de alterar este acordo sem aviso prévio, por isso recomendamos que você verifique nossa política de privacidade regularmente para manter-se atualizado(a). Anúncios — Assim como outros sites, coletamos e utilizamos informações contidas em anúncios, como seu endereço de IP (Internet Protocol), seu ISP (Internet Service Provider), o navegador utilizado nas visitas a nossos sites (Chrome/Safari/Firefox), o tempo de visita e quais páginas foram visitadas. Sites de Clientes — Possuímos ligação direta com os sites de nossos clientes, os quais podem conter informações/ferramentas úteis para seus visitantes. Nossa política de privacidade não se aplica a sites de clientes, caso visite outro site a partir do nosso, deverá ler sua própria politica de privacidade. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses sites. Para maiores informações, entre em contato conosco.